Conheça a Canihua, a prima da Quinoa!

A Cañihua (do Quechua, kaniwa) é um pseudo-cereal originário dos alti-planos andinos do sul do Peru e da Bolívia, que pertence à mesma família da Quinoa (do Quechua, kinwa). É usada para alimentação dos povos desta região há mais de 4,000 anos e a sua riqueza nutricional faz com que seja bastante consumida durante os meses mais frios. Tem a particularidade de não provocar desperdício porque toda a planta é usada para a alimentação (humana e/ou animal), das raízes até às folhas.

Apresenta grãos ligeiramente mais pequenos do que a sua prima quinoa, tem uma elevada digestibilidade, é isenta de glúten (apta para celíacos e intolerantes ao glúten) e tem um sabor forte. A Cañihua é muito fácil de confecionar e pode ser usada como prato principal, em bebidas frias ou quentes, farinhas para pães, bolos ou bolachas, doces, saladas, entre outros. Na região dos Andes, serve de base ao “chocolate andino”, uma bebida parecida com o chocolate quente que, nos dias mais frios, aquece e nutre os corpos.

Nutricionalmente, a Cañihua contém cerca de 20% de proteínas, salientando-se o seu elevado teor em Lisina. Contém diversos minerais (cálcio, ferro, fósforo e o magnésio), vitaminas (E e complexo B) e ácidos gordos essenciais (ómega-6 e 9). O seu consumo regular promove o trânsito intestinal, reduz os níveis do LDL-colesterol, mantém a saúde do sistema cardiovascular, atua na prevenção de doenças degenerativas e tumorais.

Aprenda a cozinhar Cañihua e enriqueça a sua alimentação:

Coloque cerca de 150 g de cañihua numa frigideira para tostar ligeiramente os grãos (2 a 4 minutos). Enquanto tosta os grãos, coloque 300 ml de água ao lume e quando a água estiver a ferver, adicione os grãos de cañihua tostados. Junte uma pitada de sal e deixe cozer durante 12 a 15 minutos. Retire o excesso de água e consuma simples, salteado com legumes ou misturado em saladas.

Por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

One thought on “Conheça a Canihua, a prima da Quinoa!

Deixar uma resposta