Tarte de batata doce (sem açúcar/sem farinhas)

batata-doceA batata doce é um tubérculo que pertence ao grupo dos hidratos de carbono. É muito rica em açúcares complexos, fibras dietéticas, vitaminas (E, A e C) e minerais (ferro, magnésio e potássio), carotenos e outros antioxidantes. É um alimento de baixo índice glicémico sendo, por isso, muito usado por atletas e desportistas. Na culinária é extremamente versátil e pode usar-se em pratos doces e salgados.

Esta versão de tarte de batata doce  não tem farinhas, nem adição de açúcar mas é uma delícia. Tem dúvidas? Faça e comprove! Continue reading

Trigo-Sarraceno com nozes

O trigo-sarraceno ou trigo-mourisco, devido ao seu nome e aspeto parece ser um cereal semelhante ao arroz ou triguilho mas, na realidade, é uma semente de um fruto que nasce em algumas plantas da família das Polygonaceae (planta similar às azedas das regiões do mediterrâneo). No Japão é conhecido como a célebre soba, sendo também muito comum na gastronomia polaca, israelita e russa onde é habitualmente consumido misturado com cogumelos.

Este grão é muito rico em magnésio, manganês, ferro, fibras dietéticas, aminoácidos e flavonóides, como a rutina e a quercetina. É ainda isento de glúten o que o torna uma excelente opção para os portadores de doença celíaca ou intolerância ao glúten. Experimente usá-lo como alternativa ao arroz ou massa que tradicionalmente integra a culinária portuguesa.

 

Trigo-Sarraceno com nozes

Ingredientes:Trigo-Sarreceno com nozes

  • 150 g de trigo-sarraceno
  • 300 ml de água
  • 300 g de vegetais da época lavados e cortados em pequenos pedaços (ex: pimento encarnado, alho francês, flores de brócolos e couve-flor, feijão verde)
  • 50 g de nozes partidas grosseiramente
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • salsa fresca picada

Preparação:

  1. Coza o trigo-sarraceno e reserve (trigo-sarraceno + água + sal. Cozer a 12 a 15  minutos e escorrer);
  2. Numa frigideira com 3 colheres de sopa de azeite, salteie os vegetais à sua escolha (10 minutos);
  3. Misture as nozes e o trigo-sarraceno, retifique os temperos e adicione a salsa. Mexa bem;
  4. Sirva como acompanhamento ou só com salada.

por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

massa com vegetais e pesto amêndoa nutriente secreto

As massas alimentícias são ricas em hidratos de carbono, fibras alimentares, vitaminas do complexo B e minerais como o potássio, fósforo e o magnésio. Os hidratos de carbono presentes nas massas (ex.: amido) fornecem energia às células que serve de motor para o funcionamento de todos os sistemas orgânicos. O consumo de massa, nas doses adequadas, contribui para a estabilidade do nível de açúcar no sangue (glicemia) o que diminui o apetite e favorece o bom humor e o bem estar ao longo do dia.

Atualmente, existem mais de 600 formatos diferentes de massas secas, o que permite ao consumidor escolher a que melhor se adapta ao seu gosto pessoal.  Sempre que possível, opte por consumir massas integrais: são nutricionalmente mais ricas, favorecem o trânsito intestinal, atuam na prevenção do cancro do cólon, aumentam a saciedade e ajudam a reduzir o LDL-colesterol.

Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

Ingredientes (4 a 6 pax):

  • 350 g de massa integral (tipo macarrão)
  • 1 curgete laminada
  • 150 g de ervilhas congeladas
  • 200 g de brócolos partidos em pequenos ramos
  • 150 g de amêndoas (torradas/sem pele)
  • azeite q.b.
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo grande de manjericão fresco

Preparação: Coza a massa de acordo com as instruções do fabricante. Antes de escorrer a massa, retire 150 ml da água da cozedura e reserve. Depois de escorrer a massa, passe-a por água fria e reserve. Numa frigideira ou wok, coloque 2 colheres de sopa de azeite e deixe aquecer bem. Salteie os vegetais  previamente lavados e cortados (brócolos, ervilhas e curgete) durante 10 minutos, mexendo sempre para não queimarem. Tempere com sal marinho, retire do lume e acrescente a massa previamente cozida aos vegetais salteados.

Pesto de Amêndoas: com a ajuda de um robot de cozinha ou varinha mágica, junte as amêndoas, os alhos, as folhas de manjericão e uma colher de café de sal marinho. Triture durante 2 minutos. Adicione o 100 ml de azeite e volte a triturar mais 2 minutos. Acrescente a água da cozedura da massa e mexa bem. Sirva a massa com o pesto.

Por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

Pastéis de seitan com maçã

O seitan é uma alternativa vegetal à carne. É muito rico em proteínas, tem um reduzido teor de hidratos de carbono e é praticamente isento de gorduras. Faz-se a partir da farinha de trigo e, por isso, não está indicado para doentes celíacos ou intolerantes ao glúten. Constitui a base de alguns pratos vegetarianos e usa-se em empadões, massas, pastéis, assados, estufados, etc…

Pastéis de seitan com maçã (10 unidades)nutrientesecreto

  • 200 g de seitan partido em pedaços pequenos
  • 2 maçãs reineta raladas
  • 1 cebola picada
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • sal, canela e cominhos em pó
  • 5 folhas de massa filo
  • 1 colher de sopa de sementes de  sésamo

Continue reading

Dieta vegetariana, sim ou não?

7 motivos para mudar já! 

fritata-vegetaisUm padrão alimentar saudável é aquele que promove a saúde global: previne doenças e potencia o bem estar geral nos níveis físico, psíquico e intelectual em crianças, adolescentes e adultos. Neste sentido, tem de ser completo, variado e equilibrado. A alimentação, vegetariana ou não, deve ser ajustada individualmente porque, como é sabido, as necessidades energéticas diferem e dependem de fatores como a estação do ano, a região do planeta/país, a idade, o metabolismo, a individualidade bioquímica, o sexo, o peso, a altura, a condição física, a atividade diária, o estado de saúde/doença, etc…

De acordo com a Organização Mundial de Saúde e outras instituições de caracter científico responsáveis pelas grandes linhas de orientação no campo da nutrição coletiva, a distribuição dos macronutrientes, relativamente às necessidades energéticas totais/diárias, deve ser feita do seguinte modo: a) hidratos de carbono: 50 a 70%; b) proteína: 12 a 20%; e c) lípidos: 25 a 35%. Continue reading

Lanche energético pré-treino

bolinhas energéticasA alimentação ajustada às necessidades individuais é fundamental para manter um bom estado de saúde. Quem pratica atividade física sabe que a alimentação impacta diretamente no rendimento, na eficácia e na recuperação dos treinos. Uma das dúvidas mais comuns de quem pratica desporto é saber o que deve comer antes do treino.

Para que o seu corpo tenha energia suficiente para a realização da atividade física pretendida, 1 a 2 horas antes do treino, faça um lanche privilegiando alimentos ricos em hidratos de carbono complexos e de baixo índice glicémico. Assim, obterá uma libertação lenta de energia que lhe vai permitir ter um ótimo desempenho e uma menor fadiga muscular. Neste sentido, antes do treino, consuma fruta, cereais integrais (aveia, centeio, muesli, pão, …), compota (sem açúcar), frutos secos, bebidas vegetais de arroz, amêndoa ou avelã. Se não conseguir fazer um lanche deste tipo, 30 a 15 minutos antes da atividade, consuma alimentos cuja libertação de energia será mais rápida como, por exemplo, uma banana, um batido ou uma barra energética. Continue reading

Lanches saudáveis: porque devo comer de 3 em 3 horas?

relógio

Os lanches são refeições ligeiras que devem ser consumidos entre as refeições principais. Fracionar a alimentação implica fazer 5 a 7 pequenas refeições diárias, realizadas a cada 3 ou 4 horas, sendo este um dos conselhos mais repetido pelos nutricionistas. Os seus benefícios incluem:

  • Equilíbrio dos níveis de glucose no sangue (glicemia);
  • Redução do apetite, controlo da fome e da ingestão alimentar;
  • Redução da acumulação de reservas de gordura;
  • Manutenção de um bom nível de energia;
  • Facilitar a escolha de alimentos mais saudáveis;
  • Maior diversidade alimentar;
  • Aumento do metabolismo;
  • Estabilização do humor e redução da ansiedade e do stress;
  • Melhor concentração e produtividade física e mental;
  • Melhoria da sintomatologia associada a determinadas doenças crónicas.

Continue reading

Pataniscas de Brócolos

pataniscas de brocolosOs brócolos pertencem à mesma família da couve-flor, do rabanete, da mostarda ou do agrião: as Brássicas. É um alimento muito usado na área da nutrição preventiva e funcional devido à sua riqueza em fitonutrientes (ex.: isotiocianatos) capazes de reverter os processos do envelhecimento, modular o sistema hormonal da mulher na fase da menopausa ou contribuir para a redução do risco de cancro. Continue reading

7 jantares que vai adorar!

Inúmeros processos biológicos exibem uma ciclicidade de cerca de 24 horas. Estes ciclos são chamados ritmos circadianos e são controlados pelo núcleo supraquiasmático, que ajusta o “relógio” interno de acordo com a informação recebida através dos olhos acerca da luz do meio. À medida que a luz ambiente vai diminuindo, aumenta a produção de melatonina, lentificando o metabolismo e diminuindo a temperatura corporal, preparando o corpo para o repouso. Esta redução da taxa metabólica faz com que o corpo esteja mal preparado para digerir grandes refeições à noite. O jantar deve ser, por isso, nutritivo e saciante mas leve e simples tal como as sugestões que se apresentam de seguida: Continue reading

Ano novo, Vida nova

Vida novaO mês de Dezembro é, quase sempre, sinónimo de diversos excessos incluindo os alimentares. Almoços, lanches e jantares de amigos, de trabalho e de família, todos marcados pela tradicional gastronomia da época que, apesar de deliciosa, se revela pouco amiga da boa forma física.

A maioria das pessoas encara este período como o fecho de um capítulo e, alimentando o desejo de um novo estilo de vida, escrevem uma lista com as suas resoluções de Ano Novo, ou seja, objetivos que gostariam de alcançar ao longo do novo ciclo que se avizinha. Continue reading