Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

massa com vegetais e pesto amêndoa nutriente secreto

As massas alimentícias são ricas em hidratos de carbono, fibras alimentares, vitaminas do complexo B e minerais como o potássio, fósforo e o magnésio. Os hidratos de carbono presentes nas massas (ex.: amido) fornecem energia às células que serve de motor para o funcionamento de todos os sistemas orgânicos. O consumo de massa, nas doses adequadas, contribui para a estabilidade do nível de açúcar no sangue (glicemia) o que diminui o apetite e favorece o bom humor e o bem estar ao longo do dia.

Atualmente, existem mais de 600 formatos diferentes de massas secas, o que permite ao consumidor escolher a que melhor se adapta ao seu gosto pessoal.  Sempre que possível, opte por consumir massas integrais: são nutricionalmente mais ricas, favorecem o trânsito intestinal, atuam na prevenção do cancro do cólon, aumentam a saciedade e ajudam a reduzir o LDL-colesterol.

Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

Ingredientes (4 a 6 pax):

  • 350 g de massa integral (tipo macarrão)
  • 1 curgete laminada
  • 150 g de ervilhas congeladas
  • 200 g de brócolos partidos em pequenos ramos
  • 150 g de amêndoas (torradas/sem pele)
  • azeite q.b.
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo grande de manjericão fresco

Preparação: Coza a massa de acordo com as instruções do fabricante. Antes de escorrer a massa, retire 150 ml da água da cozedura e reserve. Depois de escorrer a massa, passe-a por água fria e reserve. Numa frigideira ou wok, coloque 2 colheres de sopa de azeite e deixe aquecer bem. Salteie os vegetais  previamente lavados e cortados (brócolos, ervilhas e curgete) durante 10 minutos, mexendo sempre para não queimarem. Tempere com sal marinho, retire do lume e acrescente a massa previamente cozida aos vegetais salteados.

Pesto de Amêndoas: com a ajuda de um robot de cozinha ou varinha mágica, junte as amêndoas, os alhos, as folhas de manjericão e uma colher de café de sal marinho. Triture durante 2 minutos. Adicione o 100 ml de azeite e volte a triturar mais 2 minutos. Acrescente a água da cozedura da massa e mexa bem. Sirva a massa com o pesto.

Por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

Pataniscas de Brócolos

pataniscas de brocolosOs brócolos pertencem à mesma família da couve-flor, do rabanete, da mostarda ou do agrião: as Brássicas. É um alimento muito usado na área da nutrição preventiva e funcional devido à sua riqueza em fitonutrientes (ex.: isotiocianatos) capazes de reverter os processos do envelhecimento, modular o sistema hormonal da mulher na fase da menopausa ou contribuir para a redução do risco de cancro. Continue reading

Conheça a Canihua, a prima da Quinoa!

A Cañihua (do Quechua, kaniwa) é um pseudo-cereal originário dos alti-planos andinos do sul do Peru e da Bolívia, que pertence à mesma família da Quinoa (do Quechua, kinwa). É usada para alimentação dos povos desta região há mais de 4,000 anos e a sua riqueza nutricional faz com que seja bastante consumida durante os meses mais frios. Tem a particularidade de não provocar desperdício porque toda a planta é usada para a alimentação (humana e/ou animal), das raízes até às folhas. Continue reading

Mantenha-se jovem durante mais tempo

antioxidantesO envelhecimento populacional é um dos grandes problemas atuais e Portugal é um dos países mais envelhecidos do mundo. De acordo com o Eurostat, em 2050 três em cada dez portugueses terão mais de sessenta e cinco anos, isto é, quem tem hoje cerca de trinta e cinco anos.
Atualmente, o maior problema do envelhecimento reside na falta de qualidade de vida da população mais velha nacional que, quando comparada, por exemplo, com a mesma faixa etária dos países da Europa do Norte, perde pontos em todos os parâmetros de aferição da qualidade de vida. Não são os anos que pesam, o que lhes pesa é a falta de bem-estar e saúde. Todos os organismos nacionais e internacionais salientam e recomendam o “envelhecimento ativo” como pilar para “viver mais e com mais qualidade de vida”. Embora com algumas diferenças entre si, todas as recomendações assentam em dois grandes princípios: estilos de vida saudáveis e bons hábitos de saúde. Continue reading

Quiabos

O quiabo é um fruto de origem africana, muito saboroso e versátil e à semelhança do tomate pode ser consumido de várias maneiras como, por exemplo, cru, estufado, cozido, assado, grelhado, etc.. É de fácil digestão, pobre em calorias e muito rico em água, fibras, cálcio e vitaminas A, C e B1. Continue reading