Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

massa com vegetais e pesto amêndoa nutriente secreto

As massas alimentícias são ricas em hidratos de carbono, fibras alimentares, vitaminas do complexo B e minerais como o potássio, fósforo e o magnésio. Os hidratos de carbono presentes nas massas (ex.: amido) fornecem energia às células que serve de motor para o funcionamento de todos os sistemas orgânicos. O consumo de massa, nas doses adequadas, contribui para a estabilidade do nível de açúcar no sangue (glicemia) o que diminui o apetite e favorece o bom humor e o bem estar ao longo do dia.

Atualmente, existem mais de 600 formatos diferentes de massas secas, o que permite ao consumidor escolher a que melhor se adapta ao seu gosto pessoal.  Sempre que possível, opte por consumir massas integrais: são nutricionalmente mais ricas, favorecem o trânsito intestinal, atuam na prevenção do cancro do cólon, aumentam a saciedade e ajudam a reduzir o LDL-colesterol.

Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

Ingredientes (4 a 6 pax):

  • 350 g de massa integral (tipo macarrão)
  • 1 curgete laminada
  • 150 g de ervilhas congeladas
  • 200 g de brócolos partidos em pequenos ramos
  • 150 g de amêndoas (torradas/sem pele)
  • azeite q.b.
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo grande de manjericão fresco

Preparação: Coza a massa de acordo com as instruções do fabricante. Antes de escorrer a massa, retire 150 ml da água da cozedura e reserve. Depois de escorrer a massa, passe-a por água fria e reserve. Numa frigideira ou wok, coloque 2 colheres de sopa de azeite e deixe aquecer bem. Salteie os vegetais  previamente lavados e cortados (brócolos, ervilhas e curgete) durante 10 minutos, mexendo sempre para não queimarem. Tempere com sal marinho, retire do lume e acrescente a massa previamente cozida aos vegetais salteados.

Pesto de Amêndoas: com a ajuda de um robot de cozinha ou varinha mágica, junte as amêndoas, os alhos, as folhas de manjericão e uma colher de café de sal marinho. Triture durante 2 minutos. Adicione o 100 ml de azeite e volte a triturar mais 2 minutos. Acrescente a água da cozedura da massa e mexa bem. Sirva a massa com o pesto.

Por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

Chá de Hibisco e Maçã

chá hibiscoAs plantas medicinais contêm princípios ativos que, se usados com sabedoria, podem ajudar a tratar certas doenças e a reduzir os sintomas de outras.  Estas plantas podem ser consumidas de diversas formas sendo uma das mais comuns,  os chás e as infusões. Além das propriedades inerentes a cada planta, beber um chá ou uma infusão é quase sempre uma experiência única e agradável. Os chás e as infusões são bebidas versáteis que se adaptam ao gosto de cada pessoa e à estação do ano: quente e reconfortante no inverno,  gelado e refrescante no verão. Continue reading

Quer aprender a comer melhor?

 Nos últimos anos, a alimentação e, consequentemente, a nutrição tem ganho um papel central na vida das populações e são cada vez mais as pessoas preocupadas em fazer uma alimentação mais correta como parte de um estilo de vida saudável. A alimentação é um pau de dois bicos: pode ser usada como aliada para a promoção da saúde e bem-estar ou, por outro lado, como veículo de doença e mal-estar. Na base de uma má alimentação estão as denominadas doenças do estilo de vida que englobam o cancro, a diabetes mellitus tipo 2 e outras perturbações do metabolismo, a hipertenção, as doenças cardiovasculares, doenças hormonais, alguns tipos de enxaquecas, osteoporose, apneia do sono, stress, ansiedade, depressão, gota, obesidade e excesso de peso, entre muitas outras. Muitas destas doenças, algumas delas graves e crónicas, são preveníveis através da alimentação! Continue reading

Pataniscas de Brócolos

pataniscas de brocolosOs brócolos pertencem à mesma família da couve-flor, do rabanete, da mostarda ou do agrião: as Brássicas. É um alimento muito usado na área da nutrição preventiva e funcional devido à sua riqueza em fitonutrientes (ex.: isotiocianatos) capazes de reverter os processos do envelhecimento, modular o sistema hormonal da mulher na fase da menopausa ou contribuir para a redução do risco de cancro. Continue reading

Ano novo, Vida nova

Vida novaO mês de Dezembro é, quase sempre, sinónimo de diversos excessos incluindo os alimentares. Almoços, lanches e jantares de amigos, de trabalho e de família, todos marcados pela tradicional gastronomia da época que, apesar de deliciosa, se revela pouco amiga da boa forma física.

A maioria das pessoas encara este período como o fecho de um capítulo e, alimentando o desejo de um novo estilo de vida, escrevem uma lista com as suas resoluções de Ano Novo, ou seja, objetivos que gostariam de alcançar ao longo do novo ciclo que se avizinha. Continue reading

Tarte fitness com maracujá

O maracujá é um fruto originário das regiões tropicais e subtropicais do continente americano. É rico em passiflorina ou maracujina, uma substância calmante e, por isso, a infusão das suas flores é uma excelente opção para beber à noite e obter um sono tranquilo ou reduzir o stress de um dia mais agitado. O maracujá é fonte de minerais como o cálcio e o ferro, vitaminas do complexo B, A e C , sendo um bom  aliado do sistema imunitário, da saúde da pele e dos olhos, do sistema nervoso e da regeneração celular.   É um fruto fresco que se deve comprar quando a sua pele ainda está firme e brilhante.  Continue reading

Alimentação na diabetes tipo 2

14 de novembro é o Dia Mundial da Diabetes! Este dia serve para alertar a população em geral, os profissionais de saúde, a comunicação social e os organismos oficiais para a problemática desta doença que, em Portugal, tem uma prevalência alarmante.

A diabetes tipo 2 é uma doença grave e crónica que pode ser provocada pela perda progressiva de função das células beta do pâncreas ou pela resistência à insulina (incapacidade do organismo em utilizar a insulina produzida). A diabetes é uma doença do estilo de vida moderno cujo sucesso do tratamento depende do equilíbrio entre alimentação, atividade física e medicação. Continue reading

Crocantes de Mandioca

A mandioca, também conhecida por aipim, é uma raiz muito usada na América do Sul para fazer farinha, principalmente tapioca e polvilho. É rica em amido, vitaminas do complexo B e minerais como cálcio, ferro e fósforo. O seu uso é semelhante ao da batata e pode ser consumida em estufados, assados, sopas,  purés ou sobremesas.

Os “Crocantes de mandioca no forno” podem ser uma excelente alternativa às tradicionais batatas fritas. Experimente esta receita: Continue reading

Será mesmo importante tomar o pequeno-almoço?

pACada pessoa é uma combinação única de factores biológicos e ambientais que determinam as suas necessidades nutricionais específicas. Assim sendo, a prática clínica da nutrição só faz sentido se personalizada e adaptada aos contextos de cada um. Contudo, existem sugestões universais que podem e devem ser aplicadas à generalidade das populações. Entre essas sugestões de aplicação geral, destaca-se a necessidade de se tomar o pequeno-almoço, por ser uma das refeições mais importantes do dia. O elevado número de crianças e adultos que, por razões como a falta de tempo ou apetite, iniciam as suas atividades quotidianas em jejum, justifica a pertinência de relembrar a importância da primeira refeição do dia. Continue reading