Emagrecer aos 40

40 anos: perca peso com qualidade

emagrecer 40Para uma mulher, emagrecer é quase sempre encarado como um desafio pessoal. Por ser um processo que exige mudança de comportamentos e hábitos diários que impacta diretamente no modo de vida individual e familiar, nem sempre é fácil. E aos 40 parece que a situação piora um pouco.

Quando entra nos “entas”, a mulher sente que aumenta de peso com mais facilidade, não conseguindo perder os quilos que sobram com rapidez, o que torna o desafio do emagrecimento ainda maior. Digamos que isto se deve a manias do metabolismo que lentifica e começa a preparar o corpo para a menopausa. E quanto mais avançamos na idade, mais difícil se torna. O processo de emagrecimento requer, quase sempre, um conjunto de atitudes que são muito exigentes porque, quando bem feito, implica uma reeducação alimentar e do estilo de vida. Aos 40, para emagrecer com qualidade já não basta alterar apenas a alimentação, é preciso mudar de vida e aliar uma dieta equilibrada à prática regular de exercício físico. E, se lhe disserem o contrário, não acredite! Continue reading

Precisa emagrecer?

emagrecerA maioria das pessoas (~90%) recorre a uma consulta de dietética e nutrição clínica pelo mesmo motivo – excesso de peso ou obesidade! Muitas partilham a mesma história, aumentaram de peso grama a grama, sem saberem muito bem como é que acumularam tantos quilos. Quando chegam à consulta já tentaram de tudo um pouco: suplementos, medicamentos, chás, dietas milagrosas, jejuns, batidos, sumos, detox/retox, etc.. E é verdade que estas estratégias até resultaram em perda de peso – algumas chegaram a perder 10, 20 e 30 kg – tendo sido, por isso, um sucesso! Na realidade, estas experiências alcançam apenas um sucesso temporário já que, a médio e longo prazo, os quilos perdidos voltam a acumular-se e, em muito casos, ainda se ganha mais alguns como bónus. As mulheres continuam a ser as maiores contribuintes desta realidade, até porque à vontade de perder peso se alia a vontade própria das hormonas, das emoções, do stress, da carga de trabalho, das responsabilidades familiares e da falta de tempo! São as super-mulheres do nosso tempo que, tantas vezes, sofrem na pele os altos e baixos do peso. Continue reading