Tarte de batata doce (sem açúcar/sem farinhas)

batata-doceA batata doce é um tubérculo que pertence ao grupo dos hidratos de carbono. É muito rica em açúcares complexos, fibras dietéticas, vitaminas (E, A e C) e minerais (ferro, magnésio e potássio), carotenos e outros antioxidantes. É um alimento de baixo índice glicémico sendo, por isso, muito usado por atletas e desportistas. Na culinária é extremamente versátil e pode usar-se em pratos doces e salgados.

Esta versão de tarte de batata doce  não tem farinhas, nem adição de açúcar mas é uma delícia. Tem dúvidas? Faça e comprove! Continue reading

Trufas energéticas (cruas, sem forno)

Estas trufas são ideais para quem precisa de energia antes de qualquer atividade física exigente! Preparam-se em 5 minutos e são deliciosas, experimente:

Ingredientes:trufas

  • 50g de coco ralado
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 10 ameixas secas sem caroço
  • 30 amêndoas
  • 150g de flocos de centeio integral
  • 1 colher de sopa de canela em pó
  • 1 colher de café de gengibre em pó

Preparação: misture todos os ingredientes e triture-os. Molde pequenas bolas e sirva. Conservam-se frescas, em frasco hermético durante 3 dias (guarde no frigorífico)

por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

 

Dieta vegetariana, sim ou não?

7 motivos para mudar já! 

fritata-vegetaisUm padrão alimentar saudável é aquele que promove a saúde global: previne doenças e potencia o bem estar geral nos níveis físico, psíquico e intelectual em crianças, adolescentes e adultos. Neste sentido, tem de ser completo, variado e equilibrado. A alimentação, vegetariana ou não, deve ser ajustada individualmente porque, como é sabido, as necessidades energéticas diferem e dependem de fatores como a estação do ano, a região do planeta/país, a idade, o metabolismo, a individualidade bioquímica, o sexo, o peso, a altura, a condição física, a atividade diária, o estado de saúde/doença, etc…

De acordo com a Organização Mundial de Saúde e outras instituições de caracter científico responsáveis pelas grandes linhas de orientação no campo da nutrição coletiva, a distribuição dos macronutrientes, relativamente às necessidades energéticas totais/diárias, deve ser feita do seguinte modo: a) hidratos de carbono: 50 a 70%; b) proteína: 12 a 20%; e c) lípidos: 25 a 35%. Continue reading

Lanche energético pré-treino

bolinhas energéticasA alimentação ajustada às necessidades individuais é fundamental para manter um bom estado de saúde. Quem pratica atividade física sabe que a alimentação impacta diretamente no rendimento, na eficácia e na recuperação dos treinos. Uma das dúvidas mais comuns de quem pratica desporto é saber o que deve comer antes do treino.

Para que o seu corpo tenha energia suficiente para a realização da atividade física pretendida, 1 a 2 horas antes do treino, faça um lanche privilegiando alimentos ricos em hidratos de carbono complexos e de baixo índice glicémico. Assim, obterá uma libertação lenta de energia que lhe vai permitir ter um ótimo desempenho e uma menor fadiga muscular. Neste sentido, antes do treino, consuma fruta, cereais integrais (aveia, centeio, muesli, pão, …), compota (sem açúcar), frutos secos, bebidas vegetais de arroz, amêndoa ou avelã. Se não conseguir fazer um lanche deste tipo, 30 a 15 minutos antes da atividade, consuma alimentos cuja libertação de energia será mais rápida como, por exemplo, uma banana, um batido ou uma barra energética. Continue reading

Chá de Hibisco e Maçã

chá hibiscoAs plantas medicinais contêm princípios ativos que, se usados com sabedoria, podem ajudar a tratar certas doenças e a reduzir os sintomas de outras.  Estas plantas podem ser consumidas de diversas formas sendo uma das mais comuns,  os chás e as infusões. Além das propriedades inerentes a cada planta, beber um chá ou uma infusão é quase sempre uma experiência única e agradável. Os chás e as infusões são bebidas versáteis que se adaptam ao gosto de cada pessoa e à estação do ano: quente e reconfortante no inverno,  gelado e refrescante no verão. Continue reading

Lanches saudáveis: porque devo comer de 3 em 3 horas?

relógio

Os lanches são refeições ligeiras que devem ser consumidos entre as refeições principais. Fracionar a alimentação implica fazer 5 a 7 pequenas refeições diárias, realizadas a cada 3 ou 4 horas, sendo este um dos conselhos mais repetido pelos nutricionistas. Os seus benefícios incluem:

  • Equilíbrio dos níveis de glucose no sangue (glicemia);
  • Redução do apetite, controlo da fome e da ingestão alimentar;
  • Redução da acumulação de reservas de gordura;
  • Manutenção de um bom nível de energia;
  • Facilitar a escolha de alimentos mais saudáveis;
  • Maior diversidade alimentar;
  • Aumento do metabolismo;
  • Estabilização do humor e redução da ansiedade e do stress;
  • Melhor concentração e produtividade física e mental;
  • Melhoria da sintomatologia associada a determinadas doenças crónicas.

Continue reading

Pré-treino: o snack perfeito

Existem muitos motivos para fazer da alimentação um hábito de vida saudável e, normalmente, a vontade de perder peso, uma doença ou o desejo de investir no bem estar e na saúde são gatilhos que podem conduzir a uma mudança significativa. Quem investe em alimentação saudável e equilibrada, investe em saúde (na sua e, pelo exemplo, na dos que a rodeiam). Estas pessoas que têm a coragem de fugir da norma alimentar instituída, que se recusam a ser manipuladas pelo marketing da indústria, que buscam alternativas aos produtos industrializados, que pretendem ter um peso adequado, que desejam alimentar-se de forma mais “limpa” e mais natural, sem toneladas de aditivos, açúcares, gorduras e afins, quando vão à minha consulta de nutrição e dietética partilham a mesma dificuldade – o que comer fora das refeições principais? E quando vou ao ginásio, o que posso comer antes e depois do exercício físico? Continue reading

Quinoa: salada com sésamo tostado

salada quinoa

A quinoa é um grão originário da região dos Andes, muito  saboroso, versátil e fácil de cozinhar. Do ponto de vista nutricional tem características únicas sendo considerado um dos melhores e mais completos alimentos de origem vegetal que existe. A quinoa é rica em fibra, ácidos gordos ómega-3 e 6, aminoácidos essenciais, vitaminas A, B1, B2 e B3, B6, E e C  e minerais como o ferro, o fósforo, o potássio, o magnésio, o zinco e o cálcio.

Se nunca provou quinoa, está na hora de a introduzir na sua alimentação.  São muitos os benefícios do consumo regular deste grão, nomeadamente: Continue reading

Já conhece o “Cloud bread”?

sandesO cloud bread ou “pão nuvem” é um tipo de pão ou panqueca proteica que está a fazer um enorme sucesso nas redes sociais. Não contém farinhas de qualquer espécie, é versátil e muito fácil de fazer.  A receita original deste “pão” é feita com queijo mascarpone que tem cerca de 45 % de matéria gorda. Na minha receita, para fazer um cloud bread igualmente delicioso mas nutricionalmente mais equilibrado, o queijo mascarpone é substituído por queijo ricotta (M.G. 13%). Continue reading

7 jantares que vai adorar!

Inúmeros processos biológicos exibem uma ciclicidade de cerca de 24 horas. Estes ciclos são chamados ritmos circadianos e são controlados pelo núcleo supraquiasmático, que ajusta o “relógio” interno de acordo com a informação recebida através dos olhos acerca da luz do meio. À medida que a luz ambiente vai diminuindo, aumenta a produção de melatonina, lentificando o metabolismo e diminuindo a temperatura corporal, preparando o corpo para o repouso. Esta redução da taxa metabólica faz com que o corpo esteja mal preparado para digerir grandes refeições à noite. O jantar deve ser, por isso, nutritivo e saciante mas leve e simples tal como as sugestões que se apresentam de seguida: Continue reading