Nutrição: qual é o plano alimentar mais indicado para si?

É impossível generalizar uma dieta alimentar em pessoas diferentes!

nutriente-secretoA alimentação e a dietética têm sido usadas como recurso terapêutico desde a Antiguidade e há muito que sabemos que a alimentação desempenha um papel crucial na subsistência e propagação da espécie humana. Os diferentes padrões alimentares existentes no mundo têm sofrido profundas alterações nas últimas décadas, e as questões ligadas à alimentação ganharam uma enorme centralidade no quotidiano da vida atual.

A relação entre nutrição, alimentação e saúde é muito íntima e a ciência não se cansa de confirmar que uma dieta deficiente constitui um dos maiores fatores de risco para doenças relacionadas com a alimentação, sendo estas as principais responsáveis por mortes na União Europeia, nomeadamente as doenças coronárias, os cancros, a diabetes e os acidentes vasculares cerebrais. Continue reading

Alimentação e yoga moderno

O yoga é um estilo de vida saudável e único!

alimentação no yogaO yoga é um sistema global que integra valores éticos e morais cuja prática desenha uma rota para alcançar um objetivo, ou seja, o yoga é um meio para atingir um fim. Sendo  um Ensinamento assente numa Sabedoria milenar, o yoga oferece uma visão do mundo, um estilo de vida saudável e único onde cada praticante o vivencia de acordo com a sua própria experiência, persistência, personalidade, caráter, disciplina e vontade.

No ocidente, grande parte dos praticantes de yoga, não são vegetarianos tal como preconizado pelo sistema clássico do yoga hindu. Apesar disso, podem e devem aproveitar a filosofia yogica para enriquecer e melhorar os seus hábitos alimentares e, dessa forma, potenciar a sua performance durante a prática de posturas (asanas) e aumentar significativamente os seus níveis de saúde e bem estar. Continue reading

Diabetes Mellitus tipo 2, aposte na prevenção!

A Diabetes mellitus tipo 2 é uma doença crónica que pode surgir devido a uma produção insuficiente de insulina por parte do pâncreas ou uma incapacidade do organismo em usar a insulina disponível, ou seja, resistência à insulina. A consequência imediata desta doença é uma alteração do metabolismo dos hidratos de carbono, o que vai dificultar o controlo da glicemia que tende a atingir valores superiores aos normais (hiperglicemia). Elevados níveis de açúcar no sangue (hiperglicemia) favorecem a inflamação e corrosão dos tecidos, provocando danos graves em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Continue reading