Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

massa com vegetais e pesto amêndoa nutriente secreto

As massas alimentícias são ricas em hidratos de carbono, fibras alimentares, vitaminas do complexo B e minerais como o potássio, fósforo e o magnésio. Os hidratos de carbono presentes nas massas (ex.: amido) fornecem energia às células que serve de motor para o funcionamento de todos os sistemas orgânicos. O consumo de massa, nas doses adequadas, contribui para a estabilidade do nível de açúcar no sangue (glicemia) o que diminui o apetite e favorece o bom humor e o bem estar ao longo do dia.

Atualmente, existem mais de 600 formatos diferentes de massas secas, o que permite ao consumidor escolher a que melhor se adapta ao seu gosto pessoal.  Sempre que possível, opte por consumir massas integrais: são nutricionalmente mais ricas, favorecem o trânsito intestinal, atuam na prevenção do cancro do cólon, aumentam a saciedade e ajudam a reduzir o LDL-colesterol.

Massa com vegetais crocantes e pesto de amêndoa

Ingredientes (4 a 6 pax):

  • 350 g de massa integral (tipo macarrão)
  • 1 curgete laminada
  • 150 g de ervilhas congeladas
  • 200 g de brócolos partidos em pequenos ramos
  • 150 g de amêndoas (torradas/sem pele)
  • azeite q.b.
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo grande de manjericão fresco

Preparação: Coza a massa de acordo com as instruções do fabricante. Antes de escorrer a massa, retire 150 ml da água da cozedura e reserve. Depois de escorrer a massa, passe-a por água fria e reserve. Numa frigideira ou wok, coloque 2 colheres de sopa de azeite e deixe aquecer bem. Salteie os vegetais  previamente lavados e cortados (brócolos, ervilhas e curgete) durante 10 minutos, mexendo sempre para não queimarem. Tempere com sal marinho, retire do lume e acrescente a massa previamente cozida aos vegetais salteados.

Pesto de Amêndoas: com a ajuda de um robot de cozinha ou varinha mágica, junte as amêndoas, os alhos, as folhas de manjericão e uma colher de café de sal marinho. Triture durante 2 minutos. Adicione o 100 ml de azeite e volte a triturar mais 2 minutos. Acrescente a água da cozedura da massa e mexa bem. Sirva a massa com o pesto.

Por: Sofia A. Rodrigues, nutricionista

 

Diabetes Mellitus tipo 2, aposte na prevenção!

A Diabetes mellitus tipo 2 é uma doença crónica que pode surgir devido a uma produção insuficiente de insulina por parte do pâncreas ou uma incapacidade do organismo em usar a insulina disponível, ou seja, resistência à insulina. A consequência imediata desta doença é uma alteração do metabolismo dos hidratos de carbono, o que vai dificultar o controlo da glicemia que tende a atingir valores superiores aos normais (hiperglicemia). Elevados níveis de açúcar no sangue (hiperglicemia) favorecem a inflamação e corrosão dos tecidos, provocando danos graves em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Continue reading

Saúde no prato!

Atualmente, com o avanço do conhecimento nomeadamente na área das Ciências da Nutrição sabemos que a alimentação é a base da saúde (ou da doença) humana. Hipócrates (460 a.C.), considerado por muitos o pai da medicina, proferia há 2500 anos atrás “Que o teu alimento seja teu remédio e que o teu remédio seja teu alimento”. No mesmo sentido, Brillat-Savarin, autor da obra “Fisiologia do Gosto” (Physiologie du Goût – 1ª edição dezembro de 1825) e pioneiro das dietas hipoglucídicas, afirma “Diz-me o que comes, dir-te-ei quem és”! Continue reading