Emagrecer aos 40

40 anos: perca peso com qualidade

emagrecer 40Para uma mulher, emagrecer é quase sempre encarado como um desafio pessoal. Por ser um processo que exige mudança de comportamentos e hábitos diários que impacta diretamente no modo de vida individual e familiar, nem sempre é fácil. E aos 40 parece que a situação piora um pouco.

Quando entra nos “entas”, a mulher sente que aumenta de peso com mais facilidade, não conseguindo perder os quilos que sobram com rapidez, o que torna o desafio do emagrecimento ainda maior. Digamos que isto se deve a manias do metabolismo que lentifica e começa a preparar o corpo para a menopausa. E quanto mais avançamos na idade, mais difícil se torna. O processo de emagrecimento requer, quase sempre, um conjunto de atitudes que são muito exigentes porque, quando bem feito, implica uma reeducação alimentar e do estilo de vida. Aos 40, para emagrecer com qualidade já não basta alterar apenas a alimentação, é preciso mudar de vida e aliar uma dieta equilibrada à prática regular de exercício físico. E, se lhe disserem o contrário, não acredite! Continue reading

Fome física ou emocional

O ser humano é complexo e a sua saúde global depende do alimento físico, emocional e psicológico. Quando um destes alimentos falha, procura formas para compensar essa lacuna e a comida constitui um dos seus meios preferidos. No fundo, a (des)compensação pela comida serve como um alerta ou um aviso que sinaliza que algo está mal.
fonte: fitmommydiaries.blogspot.com“Os alimentos que escolhemos não são, assim, uma simples fonte de energia, pois têm a capacidade de mascarar conflitos psicológicos que não conseguimos expressar” (Isabel Menéndez, Psicóloga e Psicanalista, especialista na área da Alimentação Emocional).

Continue reading

Nutrição ótima para a saúde do cabelo

Cabelo saudávelO outono é uma estação de renovação, de queda das folhas e de preparação para a hibernação do inverno. Ao mesmo tempo que as folhas caem, aumenta também a queda de cabelo, mais notória nas mulheres já que, geralmente, estas têm o cabelo mais comprido e, muitas vezes, têm um maior número de fios de cabelo. Normalmente, esta queda é transitória e faz parte do ciclo normal de renovação capilar. Contudo, existem casos mais graves que são sinal de desequilíbrios orgânicos e que devem ser investigados. Continue reading