Dieta Mediterrânica

A Dieta Mediterrânica é um estilo de vida

Alia as tradições gastronómicas e culturais à prática diária de atividade física, tempo adequado de descanso, convivência social, biodiversidade e sazonalidade, aquisição de produtos locais, respeito pelo meio ambiente e promoção de atividades culinárias. Tem todos os ingredientes necessários para ser a base de um regime alimentar equilibrado e variado e, por isso, é considerada a mais saudável do mundo. Além disso, tem mais de 3000 anos de história que abonam a seu favor, sendo Património Imaterial da Humanidade desde 2010 (a tradição portuguesa na Dieta Mediterrânica foi reconhecida em dezembro de 2013).

Baseia-se nas tradições alimentares dos povos banhados pela bacia do Mediterrâneo e inclui o consumo de azeitonas, azeite, grãos inteiros e sementes, muito pouca carne vermelha, peixes, mariscos, queijos, pouco leite, bastantes vegetais, legumes, frutos frescos e secos e vinho tinto às principais refeições. Caracteriza-se especialmente pelo elevado consumo de hidratos de carbono complexos, gordura monoinsaturada, fibras, vitaminas e minerais, sem esquecer o consumo de água e infusões de ervas e plantas aromáticas ou medicinais (autóctones). É também muito rica em antioxidantes que provêm do consumo dos vegetais, legumes, leguminosas e frutos secos e é pobre em doces, alimentos refinados, produtos processados e gorduras saturadas.Imagem

No dia a dia, inicie a refeição com sopa de legumes, cozinhe as refeições principais de forma simples e aposte nos cozidos, estufados, grelhados e ensopados enriquecidos em hortícolas e leguminosas, tempere com azeite e abuse das ervas aromáticas. Dê preferência ao peixe, principalmente aos gordos como a cavala, a sardinha e o salmão. Consuma pão e cereais completos e frutos frescos e secos.

Leia também  Ano novo, vida nova

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *